COMPANHIA DAS LEZÍRIAS
CASA DE VILACETINHO
CASA DO CERDEDO
COMPANHIA DAS LEZÍRIAS
DOTE
FOLHA DO MEIO
Herdade dos Outeiros Altos
IN CULTO
Quinta Alta - Qalt
QUINTA DA LAPA
QUINTA DE LUBAZIM
QUINTA DO CARVALHÃO TORTO
QUINTA VALE d'ALDEIA
QUINTAS DE VILA GARCIA
TERRUNHO
COMPANHIA DAS LEZÍRIAS

A história da Companhia das Lezírias começa em junho de 1836, decorria o reinado de D. Maria II, mas foi em 1881 que, com a plantação da primeira vinha se iniciou a atividade vitivinícola.
Desde então, a visão, o esforço e o trabalho de muitos têm contribuído para a tornar numa referência da região e do
país.
Em 2018, em homenagem a Cincinato da Costa, foi plantada uma vinha utilizando as mesmas variedades então por
ele escolhidas na instalação de uma vinha da sua responsabilidade na Companhia das Lezirias.
Bernardino Cincinato da Costa, personalidade incontornável da história da vinha e do vinho em Portugal, foi diretor
da empresa entre 1905 e 1930 período em que estudou e publicou o guia das castas portuguesas.
Os 140 hectares de vinhas da Companhia das Lezírias estão inseridas no coração da zona protegida do estuário
do Tejo e totalmente envolvidas pela floresta onde prevalece um natural equilíbrio ecológico.
A Companhia das Lezírias segue uma viticultura pouco interventiva deixando à natureza o papel de manter as
vinhas protegidas. Com cerca de 30% de vinhas velhas, as vinhas têm as castas portuguesas ocupando a sua
maior área.
A vinha situa-se na fronteira sul da região Tejo, a escassos 2 Km do rio, onde este se expande num “lago” com
cerca de 20 Km de largura.
Os solos de areia com alguma pedra rolada e os 45 metros de altitude asseguram a drenagem das águas pluviais.
São solos de baixa capacidade produtiva. A influência Atlântica e também mediterrânica resultam num
clima com grandes amplitudes térmicas diárias em que os dias são quentes e secos e as noites frias e húmidas.

 

Powered by Intouchbiz